Hitler venceu

O líder do Partido Nazista em uma de suas inúmeras fotos no auge do poder alemão

Nos seus sonhos mais extremos, Hitler talvez tenha pensado em deixar como legado sua ideologia impregnada no imaginário de muitos. E ele conseguiu. Porque idéias perseveram mais do que a carne humana.

É preciso entender o contexto em que a Alemanha e seu povo estavam inseridos: A auto estima abalada, a economia destruída, um país humilhados pelas condições do Tratado de Versalhes, desemprego, muito o que se reconstruir. E é dos escombros que surgem os oportunistas.

Adolf Hitler foi um soldado que lutou no fronte alemão durante a primeira guerra mundial(1914-1918), um rapaz austríaco, de excelente retórica e tino para a política. Hitler queria ser artista, porém seu pedido para entrar na Academia de Artes de Viena foi recusado. Participou da primeira guerra não pelo exército de seu país natal, mas sim pelo alemão, e chegou a ser condecorado pela bravura demonstrada em combate.

Ao ingressar no recém criado partido nazista, Logo se percebeu em Hitler um talento em se comunicar e através de conexões e da força crescente de sedução que o Partido Nacional socialista dos trabalhadores alemães- abreviado Nazista, Logo viu se apontado como Chanceler pelo então Presidente Paul Von Hinderburg e não demoraria a aplicar um golpe de estado: Nascia ali a Alemanha Nazista de Hitler e florescia o Reich de mil anos que o Ditador sonhava.

O resto da história o mundo sabe: Suas ambições militares comecaram com a tomada da Áustria e as expansões para a Tchecoslováquia e a França, porém a força conjunta dos aliados e o fracasso na invasão à União Soviética(rompendo um tratado de não agressão) imprimiram pesadas derrotas para o exército alemão, que se viu na condição de mal poder defender seu próprio território em 1945. No bunker subterrâneo aonde se escondia, Hitler viveu seus últimos dias antes do suicídio e do fracasso de uma Alemanha racialmente pura.

Mas e se não for tarde demais? Qual é o tamanho da força da ideologia alemã no imaginário mundial? Erguer os braços em saudação e se manifestar politicamente favorável ao Nazismo é crime, mas seus adeptos continuam por aí, espalhados mundo afora e num momento propício para colocar as mangas de fora.

Num Mundo cada vez mais individualista, fechado e preconceituoso, e mediante toda a instabilidade política, econômica e sanitária que vivemos, qual é a capacidade da velha retórica supremacista se escancarar cada vez mais e levar pessoas à atos extremos em pleno século 21?

O Führer e o exército alemão tombaram e o mundo se viu livre do Império Nazista. Mas será que suas ideias também foram definitivamente derrotas? Ou ela sempre andará à espreita, aguardando o momento certo pra se alimentar da intolerância alheia? Sou pessimista. Penso que Hitler venceu. Idéias podem ser resistentes ao tempo. Torçamos para que elas apodreçam e não voltem nunca mais.

Publicado por Luis Cesar

Estudante de Jornalismo e Instrutor de Robótica, Games, Modelagem 3D e Analista de Informática Educativa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um novo site no WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: